quarta-feira, 23 de março de 2011

Tédio

Ele está em toda parte

Na Tv, no rádio e na net

Quando fecho os olhos, o vejo e quando os abro novamente ele ainda está lá.

Silencioso, discreto e presente.

Pego um livro, coloco um filme ou escuto uma canção... Nada o tira daqui

O ponteiro, vagaroso, dá o compasso do relógio... E ele está, e ele está.

Peço um tempo, hesito um pouco mas o permito ficar.

O Tédio ocupa esse espaço e não parece ter intenção de se mudar...

3 comentários:

  1. Ele me acompanha também... todos os dias...
    Deve ser um irmão gêmeo do seu...

    ResponderExcluir
  2. A loucura do tédio, vivemos fugindo dele e ele sempre está presente!
    O pior é que sempre permitimos que ele nos envolva...
    Adorei o texto!

    ResponderExcluir